O que é Bitcoin e como ela afetará a sua vida (logo logo)

O que é Bitcoin e como ela afetará a sua vida (logo logo)

Bitcoin

Colunista explica como funciona a moeda virtual e como você pode usá-la

Caro leitor, acredito que você deve ter ouvido falar de um sequestro que aconteceu em Florianópolis recentemente, em que os sequestradores exigiram o pagamento do resgate em Bitcoins, ou melhor, em "criptomoeda".

O colunista de Tecnologia do site do Diário Iuri Lammel abordou em sua última coluna sobre os ataques à computadores realizados por hackers no mundo todo, afetando milhares de computadores, com o "sequestro" de dados e só liberariam a chave para liberação depois que a vítima pagasse uma quantia em Bitcoins.

Mas afinal, o que é Bitcoin e por que ela afetará a sua vida antes que você perceba?


O Bitcoin é uma moeda virtual criada de forma descentralizada, isto é, sem a necessidade de um órgão emissor (como um banco), que serve para fazer pagamentos e transferências, tudo de forma eletrônica, fazendo o processo do sistema financeiro ser muito rápido, porque funciona diretamente entre os usuários (conhecido como peer-to-peer, ou P2P). Para entender o P2P, é como você baixa uma música diretamente de outro usuário.

Algumas empresas já estão adotando o Bitcoin, como pousadas, lojas físicas e virtuais de diversas áreas, restaurantes, academias, escritório de advocacia e até mesmo fazer doações usando a moeda virtual. Veja aqui.

Para comprar ou vender um Bitcoin, existem várias "casas de câmbio", onde você pode comprar Bitcoins usando reais. No Brasil, uma delas é a Mercado Bitcoin e a NegocieCoins.

Até aqui, OK? Entendido?

Agora que vem a parte mais legal (na minha opinião) das moedas virtuais, no caso o Bitcoin. Você pode "minerar", isto é, trabalhar para o sistema virtual e ganhar bitcoins pelo seu trabalho. Legal, não acha?

Como cada transação financeira é realizada diretamente entre dois usuários, precisa ser registrada em algum lugar e como não existe um banco por trás disso, cada transação é criptografada e escrita em uma espécie de livro-caixa, usando uma tecnologia chamada Blockchain (vamos abordar essa tecnologia na próxima coluna).

Para fazer essa escrita e depois a validação dessa transição, vários softwares especializados usam as máquinas dos usuários "mineradores" para processar toda essa movimentação, gerando uma recompensa em Bitcoins.

Então, você pode usar a sua máquina em casa, para ajudar a rede dos Bitcoins e ainda ganhar com isso. Fantástico, não acha?

Aqui segue um exemplo de como colaborar com o sistema de Bitcoins.


Não há dúvida que essas moedas virtuais ganharão cada vez mais destaque na nossa vida e se tornarão muito utilizadas pelo mundo inteiro. E se você é empresário, quem sabe já pode usar em sua empresa para receber de seus clientes de forma mais rápida e sem burocracia.

Na próxima coluna, vou falar sobre o Blockchain, tecnologia por trás do Bitcoin que está revolucionando outras áreas, além da financeira.

Abraço e sucesso.

Cristiano Silveira

Publicada originalmente na coluna Tecnologia do jornal Diário de Santa Maria

Comentários

Mais lidos!

5 tendências tecnológicas para 2018